01 abril 2011

"E pra começar..."

"...eu só vou gostar de quem gosta de mim!"
Atitude radical? Que nada...
É que chega um dia em que você percebe que aquela amizade, aquele respeito, aquela confiança, aquele carinho e aquele amor todo já não existem mais... Ou melhor, existir eles existem, o que não se vê mais é a reciprocidade de tais sentimentos.
Muitos deles agora tratado de uma forma "fingida de ser", o que se torna ainda pior do que a sinceridade indesejada.
 O problema é que o para nós era amizade, para a outra pessoa não passava de coleguismo.
Creio que o nosso (meu) maior erro é esperar demais das pessoas e querer que elas ajam da forma como nós (eu) agiríamos (agiria).


"Acredite em você mesmo, pois é só voce que pode se alto julgar. Ouse, arrisque e nunca se arrependa. Não desista jamais e saiba valorizar quem te ama, esses sim merecem seu respeito. Quanto ao resto, bom, ninguem nunca precisou de restos para ser       feliz."
P.S: Eu continuo acreditando cada dia mais na força de uma amizade verdadeira.

3 comentários:

SolBarreto disse...

Adorei seu post!
E como você penso que a gente tem sim que valorizar as pessoas que gostam da gente...
Eu apendi uma coisa na vida ja ha um tempo...e desde entao sigo como um lema de vida
"Naõ espero nada das pessoas, faço por elas aquilo que eu quero, que sinto sem esperar por nada em troca, assim nao me sinto sem retorno, porque se vier algo que bom, se não vier, bem eu nao esperava por nada mesmo ne"

rosario disse...

sempre pensei assim, pode até ser um pensamento egoísta, mais o medo das decepções nunca me deixou entregar-me por inteiro em situação alguma.
Isso são coisas que so o tempo explica, o importante é vive-los quando possivel!
beijão!
sucesso!

Denise disse...

Adoreeeei! ;)